terça-feira, 17 de junho de 2008

Thing Think Thin

Estava calmamente mascando um chiclete de pensamentos abstratos quando alguma coisa lhe chamou a antenção.
Não saberia dizer exatamente o que era, só que era alguma coisa, e que era muito chamativa.
Olhou em volta.
Elefantes dançavam balé em um lago congelado, um grupo de cigarras reivindicava seus direitos trabalhistas em frente a um bolo de desaniversário, duas libélulas amarelas perguntavam-se por quê em inglês chamavam-se Dragonfly.
Que diabos seria aquilo que lhe chamara a atenção?
Balançou a cabeça e sentou-se num nevermind acolchoado.
Uma daquelas lagartas listradas que esperam um dia virar borboletas e te queimam se você for burro - ou teimoso - o suficiente para tocá-las rastejou em sua direção.
Um estalo de compreensão ocasionou um terremoto tímido, e ela percebeu.
Fora exatamente aquilo que lhe chamara a atenção.
(Só lhe resta agora descobrir se aquela é mesmo uma lagarta listrada ou se é só mais uma vez a sua visão regida pela Lua fazendo tudo parecer mais psicodélico)
"I know I was born and I know that I'll die, the in between is mine"

5 comentários:

Paah disse...

nossa O.O'
com taanta coisa pra chamar a atenção...
jsto a lagarta?
xDDD
curti tbm o "diálogo"
muuito legal *-*
guarda-chuvas cintilantes?
hum...
eu quero um ô/

Paah disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Paah disse...

aah karoool
mudei o endereço do meu blog...

http://piracoesdeumamenteperturbada.blogspot.com/

de vendetta disse...

me arranja um espaço no teu nevermind? quero ver borboleta virar...






"mine! mine! mine!"-nemo

Tati disse...

Eu jurava que tinha comentado neste post.
Hum.
Aposto que foram as cigarras que apagaram meu comment. Humf.

De qualquer maneira, não lembro mesmo o que eu supostamente comentei.

E para você, quando resolver voltar da praça dos elefantes patinadores, vê se dá notícia! Tô com saudade, viu? Humf.